Finalmente, passamos a estruturar o futuro Instituto OMUNGA com o objetivo de buscar outras formas de captar reursos para nossos projetos.

Assim, no dia 14/0, realizamos o 1 °WorkShop – Intituto Omunga.

Iniciamos a agenda com uma dinâmica que incentivava cada um a falar do seu propósito de vida. Percebemos que os propósitos convergem com os da Omunga:
compartilhar, doar-se, servir, facilitar, mudar o status quo, colaborar.

Enfim, todos muito sinérgicos com a proposição da Entidade.

Em um segundo momento, o grupo explanou sua percepção da Omunga do jeito que ela é hoje, bem como, a razão pela qual estavam fazendo parte

dela. Os resultados foram muito fieis ao que já sabíamos: muito desejo, pouco recurso e gestão frágil. Há uma clara necessidade de avançarmos na capacidade da Entidade em abraçar os projetos a que se destina realizar.

A gestão trouxe dois casos inspiradores para um momento de reflexão sobre onde estamos e o que queremos. São eles: Caso Acelera Brasil do Instituto Ayrton Senna e o Caso Internacional Room to Read, de John Woods. link dos projetos

Ao final realizamos uma “Roda Viva” com o Pascoal que teve como objetivo responder perguntas gerais dos participantes sobre onde estamos e para onde vamos com a Omunga.

E para o próximo encontro, em data a ser definida, retomaremos essas questões e vamos além: manter os projetos atuais (Escolas do Sertão e Livros para África) e garantir o sucesso do terceiro protótipo que será “Omunga na Amazônia”, antes de atuarmos em maior escala.

Acompanhem nosso trabalho!

Muito obrigado pela atenção e até mais!

Roberto Pascoal

Empreendedor social | roberto.pascoal@omunga.com

www.omunga.com | www.robertopascoal.com