Nos dias 15 e 16 deste mês, a OMUNGA Grife Social e Instituto participou do evento Sustentabilidade e Impacto Social: o Futuro dos Negócios, que reuniu gestores de empresas, líderes de fundações e institutos empresariais, empreendedores sociais, professores e acadêmicos para discutir de que forma ações sustentáveis e que geram impacto ambiental podem contribuir para aumentar o faturamento dos negócios.

O evento foi organizado pela Cause – Incubadora de Inovação Social do Inovaparq, em parceria com o Civi-co – coworking de empreendedores sociais de São Paulo, e com o apoio do Sebrae/SC, A2C, Nexus Consultoria em Sustentabilidade e Posso – Programa de Empreendedorismo da Univille.

Gerando impacto social

O primeiro dia foi marcado pela apresentação dos empreendimentos visitantes e dos incubados na Cause, sendo a OMUNGA um deles. Em seguida, tivemos um longo diálogo sobre os desafios de empreender socialmente no Brasil.

Maurício Curi, empreendedor da Co-mo-ver, falou muito sobre a importância de alinhar o propósito do empreendimento com valores, crenças, objetivos e a persistência do empreendedor social. Já Ricardo Podval, fundador do Civi-co, destacou a importância de cada empreendedor ouvir e entender seu coração, desenvolver competência de execução e saber qual impacto está sendo gerado.

Ainda nesse primeiro dia, 400 alunos da Univille acompanharam a apresentação de empreendedores sociais visitantes. Entre eles, Roberto Pascoal, fundador da OMUNGA Grife Social e presidente do Instituto OMUNGA. Nela, os alunos tiveram contato com as iniciativas que objetivam causar um impacto social positivo.

espectadores ouvindo e participando do evento sobre impacto social

Negócios e práticas de gestão

O evento também discutiu como o lucro e o impacto social podem atuar juntos, e como a inovação disruptiva, por meio de parcerias com instituições de ensino, parques tecnológicos, incubadoras, aceleradoras e startups, pode ser a maneira mais rápida e barata para as empresas inovarem e se adaptarem às mudanças, demandas e ameaças do mercado.

Foram, ainda, apresentados cases de empresas como a Tigre e a Renault, que estão implementando em seus negócios práticas de gestão que envolvem sustentabilidade, e assinado um convênio de parceria entre o Inovaparq e o Civi-Co, com o objetivo de estimular a geração de novos negócios e oportunidades para empresas e startups.

dois homens observando um terceiro escrevendo em um papel

O evento foi encerrado com uma mesa redonda. O debate, mediado pelo empreendedor social Roberto Pascoal, reuniu a cofundadora da Hype60+, Layla Vallias, a cofundadora da Pipe.Social, Mariana Fonseca, o CEO na Atina Educação, Vinicius Saraceni, a cofundadora da Muda Tudo, Ana Luiza Prudente, o idealizador da Co-mo-ver, Maurício Curi, o CEO da civi-co, Ricardo Podval, e a CEO do Programa de Aceleração Quintessa, Anna de Souza Aranha.

Para Roberto Pascoal, da OMUNGA, o evento proporcionou conexões valiosas que nos fazem perceber que não sonhamos sozinhos, que nossas ideias são perfeitamente viáveis e que, juntos, ficamos mais corajosos para superar todos os desafios.

grupo de pessoas posando para foto em um evento sobre impacto social

Quer conhecer melhor algumas das iniciativas de impacto apresentadas no evento? É só acessar os links abaixo:

Muda Tudo – notícias construtivas e inspiradoras.
Co-mo-ver – uma caminhada de significado, inspiração e movimento.
Atina – educação que faz sentido para a vida.
Hype60+ – potencializando o mercado sênior do Brasil.
Quintessa – aceleração de negócios de impacto.
Civi-co – polo de impacto social.